Gestão de tempo: 5 dicas de ouro para profissionais autônomos

Trabalhar por conta própria tem se tornado o sonho de muita gente, já que possui uma série de benefícios. Mas quem vê de fora não imagina a quantidade de desafios que um autônomo encara todos os dias, e o principal deles é a gestão de tempo.

Como respeitar seus próprios prazos e trabalhar sem a pressão de um chefe? Se você quer saber a resposta e aprender a produzir mais, de forma eficiente, o post de hoje é todo seu. Confira a seguir as dicas que preparamos para você.

1. Faça uma checklist

Montar uma checklist é uma tarefa muito simples, mas que pode fazer toda a diferença na gestão de tempo — ainda mais para quem precisa realizar muitas atividades durante o dia.

A checklist pode ser diária ou semanal, dependendo das suas necessidades. Liste tudo que você precisa fazer durante o dia (ou durante a semana) e vá riscando os itens concluídos.

Isso fará com que você não se esqueça de nenhuma tarefa, além de ajudá-lo a não perder o foco. Com tudo anotado, você sabe que o trabalho só estará terminado quando não houver mais nenhum item pendente.

2. Defina suas prioridades

Para uma melhor gestão de tempo, é imprescindível que você defina suas prioridades.

Para isso, selecione as tarefas mais demoradas ou difíceis, aquelas com menores prazos para serem entregues e tudo o que for mais importante a ser feito. Essas deverão ser as primeiras atividades realizadas no dia.

Com essa atitude, você não deixará de cumprir seus compromissos mais relevantes por falta de tempo ou por estar cansado, por exemplo.

Além disso, caso aconteça algum imprevisto, o que era mais significativo já estará finalizado. Ou seja, as tarefas que ficarão para o dia seguinte provavelmente serão as menos urgentes.

3. Respeite seus limites

Não adianta você querer fazer o trabalho de uma semana em dois dias, ou fazer sozinho algo que necessite de vários profissionais envolvidos. É importante respeitar seus limites e ter a consciência de que um serviço bem feito pode levar algum tempo e exigir muita disposição.

Se você colocar na sua checklist mais tarefas do que consegue cumprir, se sentirá frustrado ao ter que adiá-las para o dia seguinte. Talvez até precise despender muito mais horas do que o ideal para completá-las, terminando exausto. Portanto, seja realista e sem exageros.

Lembre-se de que, mesmo sendo autônomo, você precisa ter horários definidos para trabalhar, descansar e se divertir. Só assim conseguirá ser um profissional produtivo e fazer um bom trabalho.

4. Use a tecnologia na gestão de tempo

A tecnologia está avançando cada vez mais. Com ela, surgem vários benefícios e facilidades na vida dos profissionais autônomos. E hoje existem aplicativos que podem ser úteis em quase todas as tarefas do cotidiano.

Você pode utilizá-los para fazer suas checklists, conversar com clientes e colegas de trabalho, criar um portfólio ou até mesmo pedir sua comida (caso o trabalho esteja pesado e não dê para cozinhar).

Aproveite todos os benefícios que a tecnologia pode oferecer para sua gestão de tempo, direta ou indiretamente.

5. Invista em plataformas de relacionamento profissional

Talvez a maior desvantagem de um autônomo seja a falta de relacionamentos profissionais concretos, já que não há aquele círculo de colegas de trabalho que estão juntos todos os dias trocando conhecimentos e experiências.

Nesse sentido, as plataformas de relacionamentos profissionais podem ser ótimas aliadas para conhecer pessoas com os mesmos interesses que você e que possam acrescentar algo na sua vida profissional.

Essa também é uma ótima maneira de encontrar novos trabalhos e parcerias, além de fazer um excelente networking.

Agora que você tem em mãos essas dicas para uma melhor gestão de tempo, chegou a hora de levá-las adiante. Compartilhe este post nas redes sociais e colabore com outros profissionais autônomos!

Você também pode gostar de