Hiperexposição aos materiais, as dificuldades nas escolhas e a ajuda profissional que faz a diferença!

Existem hoje no mercado infinitas opções de revestimentos e acabamentos para arquitetura, design de interiores e decoração. E essa variedade não aparece apenas em tipos, cores, texturas e formatos, mas também em custo, qualidade e tecnologia. A variedade cresce todo ano em progressão geométrica e nós arquitetos acompanhamos tudo através de grandes e importantes feiras voltadas para profissionais, como a EXPO Revestir que acontece aqui no Brasil e é a maior da América Latina. Confira depois nosso post sobre a feira deste ano aqui no ARQblog.

Expo Revestir (imagem da internet)

 

Todo ano nós, arquitetos e designers, trabalhamos muito na busca dos melhores materiais para os clientes e sentimos que a hiperexposição à informação, referências nas redes e grande variedade de materiais está deixando as pessoas cada vez mais inseguras e confusas no momento de suas escolhas. Recebemos muitos clientes já com uma seleção gigante do que eles já viram, adoraram e confiantes do que gostam e o que não gostam, mas sempre ansiosos e preocupados de como chegar no resultado final e tirar o melhor daquilo tudo.

grandes redes de varejo, hiperexposção aos materiais (imagem da internet)

 

Hoje todos estamos aptos a encontrar o que precisamos ou pelo menos o que pensamos que precisamos na internet e na arquitetura e design o Pinterest tem sido uma fonte incessável de referências de materiais e de referências. O cuidado que precisamos ter é de que as vezes aquilo que estamos vendo em um outro ambiente e que é lindo e serve muito bem para alguém, pode ser um desastre para nós se for mal composto ou mal utilizado.

 

O DIY na decoração é algo incrível, que ajuda a ganharmos tempo, economizar e até curtir os momentos, pois tem virado um hobby para muitas pessoas, mas quando falamos em arquitetura e design de interiores, os materiais são aplicados e precisam de orientação técnica e mão de obra qualificada ou os resultados podem ser desastrosos e a economia ir ralo abaixo.

Abaixo um exemplo do mesmo material utilizado em dois diferentes ambientes e propostas e a percepção da diferença no resultado final (imagem da internet)

 

Imagens da internet – ambos usando o mesmo material da linha ecollection da portobello

 

Falando um pouco mais em orientação técnica para as escolhas e aplicação dos materiais, a tecnologia permite hoje que muitos deles se assemelhem aos naturais ou originais e com vantagens que vão desde custo mais baixo até redução na manutenção, o que traz sempre economia a longo prazo. A preocupação dos profissionais, fabricantes e clientes com a sustentabilidade também impôs ao mercado mudanças na composição e processos de fabricação de alguns materiais, como o reuso de águas de chuva, utilização de materiais recicláveis na composição dos novos, investimentos em planejamento de logística, entre outros, trazendo benefícios para todos e, principalmente, para o planeta.

 

Estamos vivendo um momento onde as pessoas buscam encontrar em seus espaços de vivência, seja no lar ou no trabalho, mais conforto, acolhimento e conexão com a natureza. Na decoração temos um importante indicador dessa demanda, que é o Greenery. A cor do ano escolhido pela Pantone é definida como “a escolha de uma cor simbólica; um snapchat colorido de tudo que vemos acontecendo em nossa cultura global servindo como a expressão de um humor e de uma atitude” e traz o verde e as folhas para o mundo do design.

(imagem da internet)

 

Nos materiais encontramos uma variedade grande de cerâmicas e porcelanatos que hoje contam com a tecnologia HD (impressão de alta definição), são altamente resistentes e reproduzem com muita precisão materiais naturais como a pedra, a madeira, os mármores e granitos, além de outras muitas texturas como o concreto ou cimento queimado. Quando selecionados e instalados da maneira correta, os materiais que imitam outros apresentam uma naturalidade incrível, como é caso deste banheiro, onde usamos porcelanato que imita madeira com custo menor que a madeira ecológica e manutenção zero perto da madeira de verdade. A escolha da textura e do rejunte certo deixa o material com a aparência ainda mais natural.

 

A escolha por materiais que imitam texturas de outros pode ser feita quando há ganhos importantes como baixa manutenção ou facilidade de limpeza (no caso de áreas molhadas e de alimentação), ainda que os originais sejam mais bonitos e estejam disponíveis no mercado e no bolso. A escolha certeira de um material se baseia em um conjunto de premissas que atendam ao objetivo final do projeto e do cliente.

 

Neste lavabo por exemplo, de área pequena e onde não há acúmulo de água, optamos por usar o ladrilho hidráulico original, que não ficou muito mais caro que o porcelanato. Já na cozinha usamos um porcelanato que imita ladrilho, facilitando a limpeza e manutenção, já que o ladrilho requer aplicação de cera de tempos em tempos. Mais uma vez a aplicação certa do rejunte e instalação por profissional competente trouxe a naturalidade desejada ao material.

Lavabo do Wolff Café, ladrilho hidráulico original da Brasil Imperial – foto: João Ribeiro

Cozinha do Wolff Café, porcelanato imitando ladrilho hidráulico da Eliane – foto: João Ribeiro

 

Outro exemplo legal na escolha de materiais em um projeto é a de manter o tijolo aparente original sempre que possível, descascando a parede, tratando e impermeabilizando, ao invés de buscar alternativas como novos tijolos, revestimento cerâmicos que imitam a textura ou mesmo papéis de parede. Quando é possível reutilizar os materiais de uma obra existente sempre há ganho em sustentabilidade e essa foi nossa escolha na sala de torrefação do café.

Sala de torrefação do Wolff Café, tijolo aparente original da casa – foto: João Ribeiro

 

E claro, é legal lembrar que os arquitetos e designers qualificados estão disponíveis e são as pessoas indicadas para ajudar nesta tarefa difícil de escolher dentre tanta opções, através de assessorias caso sejam compras pontuais ou no caso de projetos completos, para entregar tudo selecionado com o melhor custo x benefício e escolhas sustentáveis, além de prestar serviços como a compra e acompanhamento da instalação, garantindo que o resultado final seja o esperado.

 

 

 

 

 

 

 

 

Você também pode gostar de