Dicionário de arquitetura: 8 termos indispensáveis para iniciantes

A transformação e a melhoria do lar é uma busca constante, e faz parte da nossa própria evolução e crescimento. Para planejar uma reforma e dar seu toque pessoal, assumindo você mesmo o trabalho, é importante conhecer alguns conceitos da área, seja para construir ou contratar serviços.

Confira abaixo nosso pequeno dicionário de arquitetura e fique por dentro dos principais termos utilizados pelos profissionais.

1. Planta baixa

O primeiro passo para a construção ou reforma. É um desenho técnico do ambiente, visto de cima. Nele, é possível observar a dimensão do projeto, verificar largura e comprimento dos elementos dispostos na obra, planejar disposições, fazer divisões dos espaços, entre outros.

Embora hoje existam diversos softwares e sites que ajudam a criar esse verdadeiro mapa da obra, é sempre necessário que um especialista o valide. É diferente do croqui, que não demanda grande precisão e refinamento.

2. Alvenaria

Essencial para a construção, é o conjunto de pedras, tijolos ou blocos, com ou sem argamassa, utilizado para levantar paredes e construir alicerces. Pode designar as paredes em si ou a etapa de criação da estrutura da construção.

3. Fundação (ou alicerce)

É um conjunto de estacas e sapatas que ficam sob a terra e mantêm a construção no lugar. Serve para evitar variações no terreno, o que pode ocasionar inclinações e rachaduras na parede, e receber o peso da construção, distribuindo-o no chão.

4. Estaca (ou sapata)

É uma peça longa de concreto, utilizada nas fundações, e que é cravada na terra de forma a transmitir o peso da construção para as partes mais fundas do terreno.

5. Cinta protetora (ou de amarração)

É responsável por manter a construção firme. Feita com alicerces e tijolos, forma um “cordão de concreto” que deve ser colocado na parede, antes da última fileira de tijolos. Ela “amarra” a alvenaria entre si, dando mais solidez às paredes, e é imprescindível para construções com mais de um pavimento.

6. Laje

É uma estrutura de concreto plana e horizontal que cobre a construção, permitindo que, mais tarde, seja levantado um novo pavimento. Pode ser pré-moldada ou de concreto batido. Dica importante: o material elétrico utilizado na obra depende do tipo da laje escolhida.

7. Pé-direito

Refere-se à distância entre o piso e a parte inferior do teto, na parte interna da casa. Esse é um termo bastante comum e possui grande importância numa construção, pois, se mal observado, pode ocasionar aspectos negativos, como uma área muito baixa.

Ainda que não haja um padrão, recomenda-se um pé-direito com, no mínimo, 2,80 metros de altura. Medidas abaixo dessa podem tornar o ambiente quente e abafado. Já um pé-direito mais alto valoriza o imóvel, oferece uma estética que é tendência entre os arquitetos e torna o ambiente mais fresco. Entretanto, o maior uso de materiais e o acabamento diferenciado podem encarecer a obra.

8. Acabamento

Etapa de finalização da construção, com a colocação de pisos, azulejos, gesso, vasos sanitários e boxes, pintura das paredes e tudo o mais que é necessário para a conclusão da obra.

A arquitetura é essencial para a projeção e a organização de ambientes e, embora nem todos sejam profissionais, muitas pessoas buscam melhorar o seu espaço por meio de princípios da área.

Você conhece outros termos que considera indispensáveis para o nosso dicionário de arquitetura? Deixe um comentário!

Você também pode gostar de