Me formei, e agora? por onde começar a carreira de arquiteto?

Terminada a faculdade de arquitetura, é hora de entrar no mercado de trabalho e colocar em prática o que aprendemos na teoria, o que costuma ser um momento de muita animação e também de um pouco de ansiedade.

Entretanto, encontrar vagas em escritórios estabelecidos vem sendo um desafio para quem está saindo da graduação. Ao mesmo tempo, por ainda não ter reconhecimento, encontrar clientes se mostra outra tarefa árdua. Apesar de todas essas complicações, se destacar e atrair projetos está longe de ser impossível e, para ajudá-los nessa empreitada, listamos aqui sete dicas que irão auxiliar sua carreira de arquiteto a decolar.

Tenha consciência de quem você é

Antes de mais nada, conheça a si mesmo. Saiba seus pontos fortes e fracos, onde está no momento e onde quer chegar em sua carreira. Busque aprimorar as qualidades que te tornam único e faça com que elas apareçam. Procure também estar sempre atualizado quanto à tecnologia e às novidades da arquitetura. Por fim, se identificar uma área pela qual se sinta atraído, busque cursos de especialização para expandir seus horizontes.

Não tenha medo de ousar

Não tenha medo de se arriscar. Busque ideias inovadoras e que solucionam os problemas do cliente, mesmo que elas pareçam loucura a princípio. Saiba se a empresa onde você está se candidatando estimula as ideias dos profissionais jovens, e quando estiver dentro, fique sempre na vanguarda da implementação de novas tecnologias no escritório.

Realize projetos sustentáveis

A sustentabilidade precisa ser o foco dos seus projetos futuros se você quer se destacar na carreira de arquiteto. Se seu escritório ainda não pensa desta maneira, lidere a mudança. O desenvolvimento sustentável é um compromisso social com a espécie humana e com o planeta onde vivemos. Pratique a sustentabilidade no dia a dia e veja como o mercado e os clientes irão reagir de forma positiva.

Busque parcerias e novos contatos

Trabalhar em parceria com outros arquitetos ou escritórios tem suas vantagens e desvantagens, mas é uma opção que não pode ser ignorada. Apesar das dificuldades de unir duas visões e duas formas de trabalho, se associar a outros realizadores vai ajudar a ampliar seu conhecimento e aumentar sua visibilidade no mercado. Além disso, as parcerias são uma ótima opção para fazer networking e conseguir contatos que no futuro podem gerar novos clientes.

Crie seu próprio espaço no mercado

Coloque o seu trabalho a vista. Faça um portfólio online, com projetos que você já tenha realizado e outros que sejam conceituais, e tente estabelecer uma marca pessoal. Procure ONGs ou instituições que precisem do trabalho de um arquiteto e faça trabalhos voluntários. Realizações pro bono são boas para desenvolver suas habilidades na profissão e também como modo de atrair a colaboração de empresas, o que pode ajudar a expandir sua carreira.

Saiba se relacionar com os clientes

Clientes podem ser complicados, mas tenha paciência. Elabore opções variadas, desenvolvidas a partir de raciocínios diferentes, isso fará com que o cliente possa saber com mais certeza o que quer. Lembre-se sempre que quem o contratou para realizar o projeto provavelmente não tem o mesmo conhecimento da arquitetura que você. Acima de tudo, seja sempre profissional.

Evolua com os erros e seja otimista

É desnecessário dizer que deve-se sempre tomar muito cuidado em todos os momentos do desenvolvimento de um projeto, mas ainda assim erros irão acontecer. O mais importante é não se deixar abater e aprender com eles. Analise o que aconteceu e reveja o que poderia ter feito e cresça com a situação. Acredite no seu potencial porque, com determinação e perseverança, você terá sucesso em sua carreira de arquiteto.

Como qualquer outra coisa no mundo, fazer sucesso na arquitetura depende de estar realizando aquilo que te deixa bem. Foque no que te faz apresentar um projeto que sirva ao cliente e à comunidade e você encontrará o caminho para o sucesso na carreira de arquiteto.

 Curtiu as nossas dicas? Tem outras ideias ou histórias para compartilhar? Deixe seu comentário e nos conte sua experiência com o início da jornada como arquiteto.

Você também pode gostar de