Iluminação simples e eficiente

Olá! Você já parou pra pensar que o homem e a luz artificial possuem uma ligação muito primitiva? Pois é! Isso começou por volta de 7 mil anos A.C, O Homo Erectus nosso ancestral descobriu uma forma de produzir as primeiras faíscas, através do atrito de pedras ou pedaços de madeira. Então o fogo foi controlado e se tornou possível se abrigar em cavernas mais profundas e explorar a noite de forma mais segura. A luz do fogo se tornou fator fundamental para nosso progresso, criando cada vez mais CONFORTO!
E nos dias de hoje a tecnologia evoluiu a ponto de criar lâmpadas de eficiência energética jamais esperada, as frias e as de LED, Light Emitting Diode, sigla em inglês que significa: Diodo Emissor de Luz.

 

Então vamos falar de iluminação eficiente e suas características para cada função e ambientes de maneira simples para que você possa aplicar em sua casa, então vamos lá.

Hall de Entrada

O Hall de Entrada é fato que nem toda casa possui um hall, mas podemos usar o mesmo tipo de iluminação em corredores. Essas áreas de recepção e passagens devem focar em um clima mais aconchegante e por sua vez mais quente. Luzes amareladas que lembram o entardecer, usamos uma luz focada em objetos, decorações, quadros ou até mesmo em paredes com relevos ou revestimentos 3D.

Salas

Salas, para esse ambiente que possui muitas funções como receber, socializar, ver tv, ouvir musica e até relaxar devemos focar a iluminação setorizando cada função de acordo com o layout, mas de uma maneira flexível para que não prejudique algumas mudanças de mobiliários. Posicione focos de luz indireta para criar um ambiente calmo e acolhedor, pouca luz na área da televisão para que não ofusque a tela, uma iluminação mais baixa em criados ou mesas. Abajur e luminárias de chão e de canto são bem vindas. A mistura de cor branca e amarela é essencial para esse ambiente.

Cozinha

A Cozinha e lavanderia são ambientes de trabalho e que precisa de uma luz muito clara para o seu funcionamento, podemos abusar de cores brancas, mas também podemos criar cenas, principalmente quando essa cozinha for aberta ou integrada à sala, ai o ideal é proporcionar luz mais forte e branca para áreas das bancadas onde se manipula alimentos, já na iluminação de circulação podemos usar uma mais amena, as luzes mais amareladas, suaves são para o social, como área de balcão, bar ou mesas.

Banheiros e Lavabos

Os Banheiros e Lavabos aqui têm duas funções parecidas, mas com grandes diferenças. No banheiro a iluminação deve ser bem clara, branca e bem ampla, se o banheiro for grande é bem vindo colocar mais de um ponto no teto, sendo um sobre o chuveiro, podendo usar próximo ao espelho uma mistura de lâmpadas, a cada duas brancas uma amarela, essa mistura proporciona uma imitação aproximada da luz natural que é ideal para a maquiagem.

Nos lavabo a iluminação pode ser mais lúdica, usando áreas sombreadas e até um clima mais escuro, usar lâmpadas amareladas e até por cores, mas não deixe de oferecer uma luz branca próxima ao espelho, caso da sua visita queira retocar a maquiagem ou trocar as lentes de contato.

Quartos

Nos Quartos a iluminação requer mais aconchego, e não necessita de uma iluminação ampla, e sim de pontos estratégicos, como um spot direcionado para o guarda roupas ou na porta de entrada do closet (dentro do closet a iluminação é forte e branca), abuse da luz indireta voltada para o teto ou para parede com cores amareladas criando um clima mais intimo próximo à cama sobre o criado mudo use abajur ou uma luz mais alta como um pendente que é propício para quem lê na cama. Na iluminação sobre escrivaninhas use luz branca, e posicione próximo de janelas para usar a luz natural durante o dia.

Dicas Om:

A melhor luz é a natural, além de representação fidedigna das cores ela ajuda a higienizar o ambiente e é de graça!

Procure misturar lâmpadas LED, Halógenas e Fluorescentes, além de redução de gastos com energia você pode criar cenas diferentes e mais aconchegantes.

Passe bem longe das lâmpadas Dicróicas diretas, consomem muita energia, duram muito pouco e não ilumina como as outras.

Use dimmers (dispositivos que controla a intensidade da lâmpada) criando diferentes nuances de luz, mas atenção! Verifique antes as especificações das lâmpadas antes de instalar, nem todas as lâmpadas são compatíveis com esse dispositivo.

Para propagar a iluminação em um ambiente, use pendentes abertos, plafons, lustres e abajures, quando quiser focar a luz, use pontos embutidos na laje ou gesso, spots e pendentes tipo chapéu.

Até breve, Om Shanti!

Você também pode gostar de